terça-feira, 20 de outubro de 2015

Eu quero casar com você, quero acordar do seu lado, quero brigar com você. Quero mandar você calar a boca mesmo sabendo que você não vai calar, e te calar beijando você. Quero provar todos os dias que eu te amo. Quero te fazer feliz, assim como você me faz. Quero fazer amor com você ouvindo você suspirar, falando meu nome. Quero que você não precise de mais ninguém, só de mim. Quero morrer de cansaço ao correr atrás de você, depois de uma guerra de travesseiros. Quero dormir com você naquele sofá apertado depois de assistir o seu filme preferido. Quero morrer de rir ao ouvir você me contando uma piada, por mais sem graça que seja. Quero te acordar com vários beijos. Quero dizer que te amo. Eu apenas quero te fazer feliz, como ninguém nunca fez. Quando desliguei o telefone pra lá das 04:00 horas da manhã, eu disse que sonharia com você, apenas pela certeza de que sua imagem linda, clara, fascinante, jamais sairia da minha cabeça… Ao me deitar eu estava pensando em ti, eu não sei se é sonho, eu não sei mesmo o que acontece, mas eu te sinto sempre, até enquanto durmo, sinto seu toque, sua voz, seu sorriso. Sinto e vejo tudo, meu misto de sonho e realidade, por que demorou tanto pra chegar? Eu guardei um sonho bom pra ti, essa noite toda foi perfeita, eu estive com você, da forma mais incrível, toquei seu coração, te dei o meu, e recebi o seu. Ao amanhecer sua imagem continuava nítida em minha mente, meio sonolenta acabei despertando pelo vibrar do celular, e era você. E tem sido você, e vai continuar sendo você. Por tanto tempo eu quis, e então você chegou. E entenda que eu não quero mais o travesseiro como companhia… É você que eu quero abraçar a noite inteira. Sentir seu carinho durante o sono, olhar para você enquanto estiver dormindo. Dar beijos no seu rosto só para te despertar. E de manhã, te dar um belo “bom dia” para ficarmos o resto do dia nublado, deitados. Eu quero que você se sinta a pessoa mais feliz do mundo, a única capaz de ser pra mim um sonho em noite de insônia. Mas eu sempre soube que mesmo distante você estaria aqui pertinho. Você pode não conseguir segurar minha mão pra me livrar da queda, mas estará na minha memória me fazendo esquecer a dor. E eu tô aqui, sabe? Pra conversar, brigar, rir, fazer loucuras. Não precisa me contar o que aconteceu ou porque você tá mal. Só me deixa tentar colocar um sorriso no seu rosto. Confesso que encontrei meu motivo pra sorrir. Encontrei alguém que eu queira dividir a minha cama, meu amor e minha vida. Encontrei alguém que aguentasse meu coração enjoativamente doce, e que suportasse meu humor incrivelmente amargo. Alguém que me visse cair sem que eu gritasse e me desse a mão sem eu pedir. Alguém que me abraçasse mesmo longe e me beijasse de cabeça baixa. Alguém que queira meu amor, mas que tenha minha amizade. Alguém que roube minha confiança e leve meu coração de brinde. Alguém que eu queira dormir de mãos dadas e acordar do lado. Alguém pra ser criança como eu, pra disputar quem aguenta ficar mais tempo sem ligar. Alguém que tenha teu tempo todo meu e minha vida toda dele. Alguém que deixe o mundo pra me dar um beijo. Alguém que encontrasse o que procurou a vida toda, aqui dentro de mim. Alguém pra eu contar meu dia e alguém pra falar “te amo”. Alguém pra ser meu, de um jeito bem clichê. Alguém pra eu viver aquilo tudo que eu julgava besteira e que hoje é tudo que eu tenho. Eu quero você. Digo, repito, falo outras mil vezes. De trás para frente, de frente para trás. De canto, de lado, da maneira que for. Eu quero você. Que tenha clichê, ciúmes, malícia, sacanagem, egoísmo, afeto, loucuras, falhas, erros, acertos, perdões, beijos, abraços, pegação, sexo, amor, transa, filme juntinho, dormir de conchinha, mãos dadas, que tenha todas as coisas do mundo, mas que seja apenas entre eu e você. Acho que dá pra perceber o quanto você me faz feliz, não é? Acho que já notaram que você é o amor da minha vida, e que é com você que eu quero passar minha vida toda. Tá tão na cara que eu sou completamente louca por você, completamente fascinada pelos seus olhos. E sim, isso tudo é verdade. Porque não há mais ninguém nesse mundo que eu ame mais que você, não há outra pessoa nesse mundo que eu queira estar junto, a não ser você. Não quero mais nada nem mais ninguém. Antes de lhe conhecer eu sempre quis alguém assim, como você. Alguém que fosse tudo de lindo que você é. Alguém que tivesse tudo de mágico que você possui. E eu ganhei um presente: você. De um modo incomum, de um jeito estranho, mas real. É que parece que quanto mais eu escrevo sobre nós, mais eu preciso escrever. O que você faz comigo hein? Como você consegue me deixar assim? Não, eu nunca me senti assim. Não desse jeito. E eu não vou deixar você ir, nunca. E muito menos irei embora também. Não quero que você me largue. Não quero te largar. Não quero ter motivos pra ir embora, pra te deixar falando sozinho, pra bater o telefone na sua cara… Eu fiz isso com todos os outros. É, só que dessa vez eu queria muito que fosse diferente. Dessa vez, com você, eu quero que dê certo. Você é o meu porto seguro. Porque eu sei que vai estar aqui por mim. Sempre me espera. Sempre me acalma. Não leva tudo o que eu digo a sério e me perdoa se eu erro. Você está aqui, até quando eu não mereço ou não espero. Eu não sei exatamente o porquê você sempre volta, mas eu gostei de todas as vezes que você voltou. Acho que o “pra sempre” é o tempo ideal pra curtirmos nosso amor. Eu sou tão feliz em dizer como a vida é maravilhosa, já que você está comigo. E pra te falar ainda mais a verdade, eu acho mesmo que você foi o príncipe que eu esperei a vida inteira. Porque eu te juro, de todas as coisas do mundo, eu só queria olhar pra você. Eu escolheria você. Se me dessem um último pedido, eu escolheria você. Mas eu amo você. Só queria terminar dizendo isso. Eu amo você. De verdade.

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

"A vida é incontornável. A gente perde, leva porrada, é passado pra trás, cai. Dói, ai, dói demais. Mas passa. Está vendo essa dor que agora samba no seu peito de salto agulha? Você ainda vai olhá-la no fundo dos olhos e rir da cara dela. Juro que estou falando a verdade. Eu não minto. Vai passar."

quinta-feira, 30 de julho de 2015

"Um aeroporto já viu mais beijos sinceros que um casamento. Hospitais já ouviram mais orações sinceras do que várias igrejas."

segunda-feira, 27 de julho de 2015

"Nunca, jamais, por hipóteses nenhuma nos deixe dormir brigados. Mesmo que você esteja discutindo de olhos fechados pelo sono, precisa me prometer que irá me abraçar e dizer algo do tipo: 'amanhã podemos continuar brigados, mas agora quero que você saiba que é o amor da minha vida'."

sexta-feira, 17 de julho de 2015

"Ainda não contei de você a ninguém. Acho meio arriscado ou, quem sabe, mera superstição. Eu sei que as pessoas vão me pedir cuidado. Assim me guiei por uma vida toda e foi exatamente isso que hoje me faz uma pessoa contando uma história de amor sem nunca ter protagonizado uma. De um jeito ou de outro, sempre soube que pegar leve era uma forma de me manter todas as minhas metades comigo mesma, até então sem saber pra quê servia isso. Só pude ver o tamanho do erro no seu sofá-cama, no meio de um beijo estranho. Você engolindo minhas lágrimas bobas, lambendo minhas bochechas nos créditos de “Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças”, que, aliás, a única coisa que entendi do filme é que o amor é uma coisa bem complicada. Você tentou me explicar por partes, e eu me senti menos burra e ridícula, embora com os olhos ainda aguados. Pega no meu queixo e diz que não sou só eu que sinto medo aqui. Faça alguma coisa ruim, qualquer coisa que me impeça imediatamente de sentir esse amor absurdo por você. Estou nas suas mãos e isso não é uma metáfora. Porque eu já não sei mais nada. Parece que sou mesmo seu foco de vida, mas também pode ser que você ande apenas distraído do resto do mundo. Ou, vai que você tá mesmo certo, as coisas são assim mesmo, o amor invade pela boca enquanto a gente se olha e fica rindo."

quinta-feira, 9 de julho de 2015

"Dizem por aí, mas não tenho certeza, que meu sorriso fica mais feliz quando te vejo, dizem também que meus olhos brilham, dizem também que é amor, mas, isso sim é certeza."

segunda-feira, 6 de julho de 2015

"Bonito mesmo é quando alguém entra na sua vida e do nada se torna tudo aquilo que você precisava."

segunda-feira, 29 de junho de 2015

"Sempre achei que quando “é pra ser” a vida nos manda alguns recados, alguns sinais. Você sempre achou meio boba essa minha mania de esperar um sinal, uma resposta. Mas, sabe, eu acredito mesmo nisso. Acho que quando tem que ser, simplesmente é. É simples, é inteiro, é intenso. Não tem linhas em branco, nem mágoas escondidas atrás das portas."

Clarissa Corrêa

quinta-feira, 25 de junho de 2015

"O amor verdadeiro sempre espera um pouco mais pelos abraços atrasados."

terça-feira, 16 de junho de 2015

"Metade de mim agora é assim
De um lado a poesia, o verbo, a saudade
Do outro a luta, a força e a coragem pra chegar no fim.
E o fim é belo incerto... Depende de como você vê.
O novo, o credo, a fé que você deposita em você e só"
O Anjo Mais Velho

segunda-feira, 15 de junho de 2015

"A cada relação frustada, o coração se torna mais frio. A partir do momento que o primeiro deixou de ser "especial", todo os outros passam a ser suspeitos. Se prometeu ficar, fique!"

terça-feira, 9 de junho de 2015

"A gente tem é que se amar muito, se respeitar muito pra chegar para o outro e dizer: se é isso que você me oferece, agradeço, mas recuso. Não quero esse pouco. Não quero essas partes. Não quero a sua metade. Vem inteiro, completo. Ou não vem. Ou nem te apresenta. Ou pega teus brinquedos e sai logo daqui."

segunda-feira, 8 de junho de 2015

"A gente demora pra aceitar, arruma novecentas desculpas para a falta de jeito do outro. Ah, ele é confuso. Ah, ele está tenso. Ah, ele tem medo. Ah, ele é maluco. Ah, ele isso. Ah, ele aquilo. Desculpa, mas quem quer estar junto pensa ah, que saudade. Ah, que falta ela me faz. Quem gosta, gosta. Sem complicações. Sem armações e armaduras"

sábado, 6 de junho de 2015

"Fala que vai compensar pelas noites de sono perdidas, pelas lágrimas desperdiçadas no travesseiro, pelas dores de cabeça, pelos cortes, por tudo. No fundo ela só espera um sinalzinho verde pra não desistir, uma confirmaçãozinha de que você ainda tá nessa junto com ela."

quarta-feira, 3 de junho de 2015

Faz um mês que você mandou aquela mensagem ridícula pedindo desculpas pela demora em responder e dizendo que achava que já havia me respondido.
Faz um mês que eu entendi que certas coisas mudam e não há nada que possamos fazer.
Um mês que eu disse "CHEGA, não aguento mais esse joguinho ridículo".
Um mês que eu não falo contigo, não tenho notícias, e tento não pensar no assunto.
E faz um mês também que eu conheci alguém.
Não sei até que ponto uma coisa está ligada a outra, o que eu sei é que esse tempo sem ter notícias suas tem sido o melhor mês desse ano. Sem lágrimas, sem dor, sem estresse, sem TOC, sem ansiedade, sem complicações.
Estar com alguém é um desafio enorme, mas dessa vez tem sido tão fácil... E me trouxe uma paz... Por mais que eu não queira, é inevitável não fazer comparações. E é incrível como alguém que me conhece há um mês me trata infinitamente melhor do que alguém que me conheceu há 10 anos.
E o pior é que eu não estou acostumada a ser bem tratada e a receber carinho. Estou me acostumando a tudo isso.
- Engraçado, acabei de receber uma mensagem, "tô passando aí no teu estágio". Aquelas "surpresas" com as quais você tanto sonhou começam a acontecer. -
Tudo que eu precisava era dizer tchau para você.
Desde então, a vida foi pra frente de novo.
"Todas as vezes que te pego me olhando, todas as vezes que meu celular mostra teu nome, todas as vezes que eu sinto o teu perfume meu mundo grita que você me resgatou, que eu tava estragada e você arrumou tudo em mim."

segunda-feira, 1 de junho de 2015

"Se eu gosto, gosto como você é, mesmo que você seja chato de vez em quando. Se eu quero, quero mesmo, mesmo que todos digam para não querer."

sexta-feira, 29 de maio de 2015

"Posso te levar pra casa com segurança depois de uma noite de bebedeira, posso matar os insetos minúsculos dos quais você morre de medo, posso te proteger do frio, cuidar de você quando pegar gripe, me certificar de que você tá comendo direitinho… Mas não posso te salvar de você mesma."

quinta-feira, 28 de maio de 2015

"Se quiser ir, que vá. Só não me venha com essa conversa fiada me dizendo que qualquer dia a gente se encontra em uma dessas curvas da vida, até porque, eu jamais irei te visitar na esquina do arrependimento. E se eu for, estarei muito bem acompanhado."

quarta-feira, 27 de maio de 2015

- Estou dizendo tudo isso por um motivo - prossegue ela. - Tem mais ou menos umas vinte pessoas lá na sala de espera. Algumas são da sua família, outras não. Mas todos nós somos a sua família agora.
Kim interrompe a fala. Inclina-se para se aproximar de mim e as mechas do seu cabelo fazem cócegas no meu rosto. Ela me dá um beijo na testa.
- Você ainda tem uma família - sussurra.

Se eu ficar,  página 182.

terça-feira, 26 de maio de 2015

"Eu sou sim a pessoa que some, que surta, que vai embora, que aparece do nada, que fica porque quer, que odeia a falta de oxigênio das obrigações, que encurta uma conversa besta, que estende um bom drama, que diz o que ninguém espera e salva uma noite, que estraga uma semana só pelo prazer de ser má e tirar as correntes da cobrança do meu peito. Que acha todo mundo meio feio, meio bobo, meio burro, meio perdido, meio sem alma, meio de plástico, meia bomba. E espera impaciente ser salva por uma metade meio interessante que me tire finalmente essa sensação de perna manca quando ando sozinha por aí, maldizendo a tudo e a todos. Eu só queria ser legal, ser boa, ser leve. Mas dá realmente pra ser assim?"

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Não importa o número de festas em que você vá, uma hora você vai cansar de segurar copos e vai querer segurar a mão de alguém.

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Tudo que tenho a dizer.
E se maio tá assim, imagina no inverno.

quarta-feira, 20 de maio de 2015

"Não mereço uma pessoa que não sabe o que quer. Mereço certezas. Mereço que seja recíproco. Não quero alguém que me bajule o tempo todo. Não precisa abrir porta de carro, oferecer diamantes, pagar o jantar. Só precisa ser sincero. E real. E, principalmente, se entregar por inteiro. Porque não estou aqui para receber metade de nada."

domingo, 17 de maio de 2015

"Daí, penso também outra coisa de gente grande: não adianta muito você se enfeitar todo pra uma pessoa gostar mais de você. Porque, se ela gostar, vai gostar de qualquer jeito, do jeito que você é mesmo, sem brilhos falsos."

quinta-feira, 14 de maio de 2015

“Um belo dia você acorda e se dá conta que está cansado. Você se cansa da cidade, dos carros, das luzes. Você se cansa do lixo, das pessoas, do barulho. Se cansa de não saber para onde ir, se cansa de não ter para onde ir e precisar ir para algum lugar. Você se cansa de não ter razão, de não ter caminhos, de não ter opções, se cansa de ver sua vida igual a de todos os outros, se cansa de ser de um rebanho sem pastor. Você se cansa de chefes, deuses, impostos, moda, dinheiro. Você se cansa da sensação de estar desperdiçando seu tempo, você se cansa de não ter tempo algum para desperdiçar. Você se cansa de viver em um mundo onde quem não está desesperado, está louco. Você se desespera com medo de enlouquecer. Respira fundo, acende um cigarro. Você se cansa de não saber exatamente do que está cansado. Se cansa do “alguma coisa está errada” que paira sobre o ar desde uma época que você não se lembra. Se cansa das avenidas, das ruas, das alamedas, das praças, do sol, dos postes, das placas de sinalização, das buzinas. Você se cansa de amores incompletos, de amores platônicos, de falta de amor, de excesso disso e daquilo. Se cansa do “apesar de”. Se cansa do rabo entre as pernas, da sensação de estar sendo prejudicado, se cansa do “a vida é assim mesmo”. Você se cansa de esperar, de rezar, de aguardar, de ter esperanças, cansa do frio na barriga, cansa da falta de sono. Você se cansa da hipocrisia, da falsidade, da ameaça constante, se cansa da estupidez, da apatia, da angústia, da insatisfação, da injustiça, do frenesi, da busca impossível e infinita de algo que não sabe o que é. Se cansa da sensação de não poder parar. E você não para, até que esteja morto.”
PC Siqueira.

terça-feira, 12 de maio de 2015

"Não sei se alguém já te disse, mas você é linda. E você vale muito a pena. Apenas continue acreditando."
Moriah Peters

sexta-feira, 8 de maio de 2015

I swore, I swore I would be true. And honey, so did you.
So why were you holding her hand?
Is that the way we stand?
Were you lying all the time?
Was it just a game to you?
Linger - The Cranberries

quinta-feira, 7 de maio de 2015

"Você não merece ser a única pessoa em todo o planeta que sabe como me fazer sentir alguém admirável e especial no meio dessa aglomeração selvagem de gente histérica e egoísta por todo lado. Você não merece modificar toda a minha estrutura de vida apenas sendo isso que você é. Você não merece."

quarta-feira, 6 de maio de 2015

26/01/2008

"... Você foi a guria mais foda que eu conheci, sério. Você não tem nada a ver com o resto. Nem sei escrever isso, só sei que você é incrível."


Achei isso hoje.
E o que a gente faz quando a saudade aperta no peito e não tem nada que possamos fazer?

terça-feira, 5 de maio de 2015

"Vamos fingir que tudo está bem. Que as piadas do palhaço ainda são engraçadas e que o coração não dói. Que o ambiente reservado para fumantes não sufoca e que esperar na fila do banco não cansa. Vamos fazer parecer que nenhuma música é uma lembrança e que o cheiro não grudou na ponta do nariz. Vamos fingir que eu não o vejo em todo canto. Vamos fazer de conta que esse espaço todo não aperta e que o que sinto não é necessidade. Vamos fechar os olhos e imaginar que esse ainda não foi o início do fim."

segunda-feira, 4 de maio de 2015

"Romantismo, vai ver se estou ali na esquina. Se eu estiver, senta pra beber comigo que precisamos conversar sobre o porque de você não ir muito com a minha cara."
"Sofri um acidente de amor, mas tô legal, só quebrei a cara."

domingo, 3 de maio de 2015

"(…) O problema é eu sentir, cara. Há um tempo atrás esse problema não existia. Eu era uma pessoa livre, que não se preocupava com nada. E então você chega e mexe com tudo. Só queria entender o porquê disso. Por que você me fez sentir tudo isso e depois foi embora?"

sexta-feira, 1 de maio de 2015

"Já tive outros e já amei outros. Já sofri por eles e já quase te esqueci graças à eles também. Mas depois que acaba, no fim, ou no intervalo de um para o outro, quando só me sobra eu mesma e minha confusão, meus sentimentos me encaram e me confrontam, e eu só vejo você. Só tem você ao meu redor no sábado de noite terminando com alguém. Tem você quando eu me fecho e não deixo ninguém entrar na minha vida, porque morro de medo e é sua culpa. Você na forma como eu escrevo, na música do Leoni, no texto da coca-cola. Cada parte do que eu sou… ainda é você. Mil anos e alguns caras depois e ainda é você."
Iolanda Valentim

quarta-feira, 29 de abril de 2015

"Nunca fui atrás, tampouco procurei saber. Por uma única e elementar razão: esquecer você foi a coisa mais difícil que já fiz na vida."

terça-feira, 28 de abril de 2015

segunda-feira, 27 de abril de 2015

"Ok, não vou mentir, tenho sentimentos de estimação por você. Mas estou deixando de alimentá-los. Um dia eles morrem."

sexta-feira, 24 de abril de 2015

"Por que você tinha que matar tudo que eu sentia? Me obrigar a morrer também. Me obrigar a fingir estar viva pra todo mundo. Me obrigar a não chorar, quando tive vontade de chorar."

quarta-feira, 22 de abril de 2015

"Ninguém vai te abraçar tão bem quanto eu, nem te ouvir tão atentamente como eu te ouvia. Eu sei e você também sabe, que a tua boca jamais se encaixará tão perfeitamente em outra, como se encaixava na minha. Você irá sorrir, dará gargalhadas, será feliz. Mas não tanto quanto era comigo. Terá outros amores, romances e casos, mas nada será igual ao que eu fui pra você. Conhecerá ótimos pretendentes e eles quase chegarão ao que nós fomos, quase. Mas não o suficiente. A razão te engana, teus amigos te enganam, tua família te engana, mas o teu coração não. Este sim, sempre te lembrará, pelo menos uma vez ao dia, que nada, nunca, será equiparado à nós. A fila anda, a catraca gira, o tempo não para. Mas o amor, meu bem, permanece."

segunda-feira, 20 de abril de 2015

"E da próxima vez que for sair na chuva, vê se antes aprende a se molhar."

sexta-feira, 17 de abril de 2015

"Você foi covarde. Seu amor é forte, seu corpo é fraco. Você foi covarde como tantas vezes fui por acreditar que a coragem viria depois. A coragem não vem depois. A coragem vem antes ou não vem. Não posso amaldiçoar sua covardia. Sua boca não é rápida como suas pernas para me agarrar. Minhas pernas não são tão rápidas quanto minha boca para lhe impedir. Você foi covarde. Pela gentileza de sempre dizer sim, repetidos sim, quando não estava ouvindo.

quarta-feira, 15 de abril de 2015

"E por mais forte que você seja, por mais determinação que você tenha pra esquecer aquilo, chega uma hora que você sente falta, sente vontade de botar o orgulho de lado e dizer a ele que apesar da distância o amor continua igual."

terça-feira, 14 de abril de 2015

"Dizem que quando se gosta de algo ou alguém, a gente cuida, protege, quer estar perto, fazer parte da vida. Tem certeza que você me ama? Porque pra mim, isso que você faz comigo tá longe de ser algo parecido com o amor."

segunda-feira, 13 de abril de 2015

"Brigue comigo, sinta raiva, me jogue coisas. Preciso saber que você ainda se importa."

domingo, 12 de abril de 2015

Quando é verdadeiro, a distância não separa, o tempo não enfraquece e ninguém substitui.

sexta-feira, 10 de abril de 2015

"Eu me pergunto como a biologia pode explicar a dor física que você sente em seu peito quando tudo que você quer fazer é estar com alguém."
Dan Howell.

quinta-feira, 9 de abril de 2015

"- Então não o ama mais?
 - Amo. Só guardei isso num cofre. E tranquei. E esqueci a senha. Não porque quis. Foi preciso."

segunda-feira, 6 de abril de 2015

"Quando você termina um relacionamento, as opções se abrem. Você pode dar a volta por cima e recomeçar sua trajetória, você pode tentar recuperar seu amor perdido ou, como eu, você pode optar por fazer nada. Nada nada. Quer dizer, não exatamente nada, porque eu ocupei muito bem meus dias sentindo pena de mim e lutando bravamente para não me tornar mendigo. O que já é grande coisa, se você parar pra pensar."

sábado, 4 de abril de 2015

Você não a amava. Você só não queria ficar sozinho, ou talvez ela era boa para o seu ego, ou talvez ela te fazia sentir melhor sobre a sua vida miserável, mas você não a amava, porque não se destrói a pessoa que ama.
Grey's Anatomy.

sexta-feira, 3 de abril de 2015

"E outra coisa – não se esforce. Pelo menos, não tanto. Não fique ai remando contra a maré, dando murro em ponta de faca. Veja – se não fora pra ser, não vai ser. Acredite em mim. Coisa boba essa sua tentativa de ir além. E olhe, eu não estou pedindo pra você desistir não, não é isso. Eu só quero que você pense mais, que tenha argumentos melhores."

quarta-feira, 1 de abril de 2015

"Um dia a gente vai se encontrar de novo e o impacto desse encontro será como dois planetas colidindo. Talvez em um supermercado qualquer, numa festa de um amigo em comum, ou, quem sabe… De lados opostos na rua, esperando o semáforo nos dar a liberdade, o livre arbítrio para colidir. Faiscar. Explodir em uma expansão imensurável. Nesse momento, seremos um universo inteiro. Estaremos casados, não com um de nós, com alguém qualquer que acharemos algum defeito para diminuir a dor da substituição. Um de nós com um trabalho dos sonhos, o outro com o que deu pra conseguir, ou, procurando emprego. Algum de nós, talvez, já tenha tido filhos, esses que não possuem a tão cobiçada característica favorita que escolhemos um no outro. Será um grande choque, posso presumir. Tudo será nada, mas, o nosso nada será tudo. Um filme curto dos nossos pequeninos momentos passará em nossas cabeças como em tela de cinema, flashback maldito… Trará, sobretudo, os momentos bons. Eles e a saudade que consumirá os nossos corpos enquanto faiscamos no nada que sobrou do mundo. Tudo estará pálido, lento e em vertigens, apenas nos enxergaremos. Com sorte, cumprimentaremos um ao outro rapidamente, Eu… Ainda terei os mesmos olhos grandes e usarei o mesmo tom de batom, você… Barba por fazer e cabelo desgrenhado. Colidiremos. Desmancharemos essa galáxia inteira com uma explosão de infinitas partículas de saudade. E quanto ao depois? Continuaremos andando ué, deixaremos que nossa rotina nos engula de novo. Quem sabe um de nós olhará pra trás só para o caso de ter certeza que tudo realmente aconteceu. Sorriremos ao pensar que “depois de tantos anos se gastarem…” colidimos. E porque somos assim, tão humanos e covardes, não passará disso. Nós não passaremos de nós… Restos de planetas, pó de estrela e saudade. E a colisão não passará do simples ato de colidir, o nosso mais profundo verbo: Eu colido, tu faíscas, nós universo."

segunda-feira, 30 de março de 2015

"Se alguma coisa não deu certo pra você, não jogue a culpa no amor. Ele não tem nada a ver com isso. As coisas dão certo até onde têm que dar. Se parou de funcionar, se o amor morreu sufocado ou afogado, se não tem mais jeito, o negócio é viver o luto, curtir a fossa e cuidar da vida. Fazer aula de italiano, ler vários livros, assistir filmes, jogar charme para o vizinho do andar de cima. Sem ofender o amor e os apaixonados. Porque um dia você vai amar de novo."

- Vou?
- Vai. 

sexta-feira, 27 de março de 2015

Não existe pessoa certa na hora errada.
Existem pessoas tolas que ficam presas ao passado e deixam escapar oportunidades.

quarta-feira, 25 de março de 2015

Today was a pretty day.
No disappointments, no expectations on your whereabouts.
And, oh, did I let you go?
Did it finally show that strange things will happen if you let them?
Today I didn't even try to hide.
I'll stay here and never push things to the side.
You can't reach me 'cause I'm way beyond you today.
Strange Things Will Happen - The Radio Dept.

terça-feira, 24 de março de 2015

"Te escrevo porque te quero. Porque apesar de tudo, o coração ainda acelera, a respiração ainda fica ofegante, e a mão ainda transpira. Porque eu nunca deixei de te querer."

segunda-feira, 23 de março de 2015

"Se um dia você sentir saudade, mande uma mensagem, me liga, da um jeito de me avisar, que eu largo tudo, só pra te encontrar."

sábado, 21 de março de 2015

"Não é o fim do mundo, nem o fim da sua vida, muito menos o fim do amor. Isso se chama decepção. É normal que, ao longo de nossas vidas, várias coisas e pessoas frustrem as nossas esperanças. Você só precisa de alguém que te prove que no meio de tanta gente de mentira, existe alguém de verdade. E esse alguém, na maioria das vezes, só aparece quando todas as nossas fichinhas de esperança são gastas. Quando estamos desiludidos desde a unha encravada à ponta do último fio de cabelo. O nosso alguém vem quando deixamos de acreditar que possuímos um. Ele bate na porta quando a trancamos da forma mais segura possível. Você só precisa acreditar nisso. Esse babaca que te faz chorar às dez da noite em um quarto escuro, definitivamente, não é o seu alguém. E você sabe disso. Então não tente encontrar motivos inexistentes pra que ele seja. Existe uma história linda esperando por você ao longo do caminho. Não pare, continue. Sofra o quanto precisa sofrer, mas levante e siga em frente. A dor vai fazer você reconhecer e valorizar a felicidade quando ela chegar. Todos esses babacas vão te fazer entender porque só um alguém realmente vale a pena. O seu coração vai sentir quando encontrar o outro coração que sempre foi predestinado a ser."

sexta-feira, 20 de março de 2015

Saudade de você é igual aquelas bobagens que ainda tenho no quarto, que nunca mais vou usar e que não tenho onde guardar… mas guardo.
Soulstripper.

quinta-feira, 19 de março de 2015

"E de novo começou a florescer aquela esperança boba, aquela certeza de que você pode levantar mais uma vez, sem ter medo de cair."

quarta-feira, 18 de março de 2015

"Só disse que tenho saudade, não falei que ia ficar te esperando. Tô por aí, fazendo o que quero. Mas relaxa, levo sempre a saudade comigo."

terça-feira, 17 de março de 2015

"É isso, então. Acabei dizendo esse monte de coisas quando só queria mesmo dizer que gosto de ti, honestamente. Não sei se como amigo ou algo mais, mas definitivamente pelo tipo de gente que você escolheu ser. Rezo para que você tenha sorte aí com suas coisas, que você encontre alguém legal como você, que vai te fazer feliz e mostrar que o amor verdadeiro existe sim, coisa que obviamente sou incapaz de fazer. Bem, no próximo ano talvez a gente não se veja muito, pois é difícil não notar que seguimos caminhos diferentes. (Mas, juro, você vai junto comigo no meu peito, seja em Praga ou em Porto Alegre. Passe o tempo que for, nada vai apagar a lembrança daquele olhar. Profundo)."

sábado, 14 de março de 2015

"E nós nunca vamos nos beijar na chuva. Eu também nunca vou calar sua boca com um beijo e nenhuma das nossas brigas vão acabar na cama. Eu nunca vou te observar enquanto você dorme e nunca vou fazer cafuné em você quando você estiver com a cabeça deitada no meu peito. Não vamos passar tardes assistindo filmes românticos debaixo das cobertas e comendo brigadeiro. Também não vamos passar madrugadas acordados conversando. Nossos planos não vão se concretizar. Eu não vou ficar com vergonha conhecendo a sua família. Não vamos contar aos nossos filhos a longa e estranha história sobre como nos conhecemos. As pessoas não vão olhar pra nós e falarem sobre como somos bonitinhos juntos. Não vamos discutir sobre quem vai levantar pra apagar a luz do quarto. Não vamos ter um futuro.
Tudo isso poderia ter acontecido, mas não vai. Porque nós dois fomos feitos para nos conhecermos, nos apaixonarmos, mas não pra ficarmos juntos."
Vinicius Kretek.

quarta-feira, 11 de março de 2015

"Promete que não conta a ninguém? Certo, eu tinha este sonho seguidamente. Eu ficava esperando muito tempo, até que o ônibus finalmente chegava. Eu estendia a mão, ele parava, e quando eu levantava o olhar pra checar a lotação, eu via você. Quer dizer, um cara. Mais ninguém, só você. E eu sabia. Simplesmente sabia que era você, que era ele. Que era minha vez de subir, que tinha um assento reservado com meu nome. Mas eu ficava paralisada, com vergonha e sem saber como agir, sem saber onde pôr as mãos. No fundo, eu tinha medo de subir porque eu teria de tomar a iniciativa, chamar atenção, fazer alguma coisa que fosse. Era mil vezes mais confortável enquanto eu esperava, esperava, esperava. Aí o ônibus arrancava e você, esse cara, girava o pescoço e ficava olhando pra trás, uma carinha linda de cão abandonado, até sumir na esquina. E eu ficava lá, parada, com os pés encravados no chão, vendo minha chance passar. Aí eu acordava ensopada de suor e me achando a mais covarde do mundo."

terça-feira, 10 de março de 2015

"Eu tenho ciúmes de quando alguém chega perto de você, de quando falam contigo. Eu tenho ciúmes de quando alguém te faz sorrir, tenho ciúmes quando você finge não se importar comigo, falando com os outros. Tenho ciúmes, porque eu tenho medo. Medo de que você se interesse por alguém. Alguém que, talvez, possa ser melhor que eu."

segunda-feira, 9 de março de 2015

"Sim, eu trocaria. Eu trocaria as minhas noites de sábado por tardes chuvosas de domingo deitada ao teu lado e dividindo o mesmo cobertor tão pequeno quanto o espaço do sofá da sala. Eu trocaria os meus filmes românticos por teus filmes assustadores pra poder te escutar, mais uma vez, dizendo que eu não preciso ter medo de dormir no quarto sozinha porque você vai segurar a minha mão até eu dormir e, quando eu acordar, nossas mãos vão continuar juntas. Eu trocaria qualquer outra companhia do mundo pra ter o teu silêncio no final do dia. Porque, você conhece as minhas fraquezas e sabe que, quando as coisas não vão bem, eu não preciso de alguém me julgando ou apontando os erros que eu nunca canso de cometer. Eu só preciso de paz. E gosto da tua. Eu ficaria surda para o resto do mundo apenas pra escutar a tua voz sonolenta cantando alguma das minhas músicas preferidas. E, sim: eu ainda escuto as nossas. Mas, não choro mais. Não faz sentido sem você. Nem faz sentido o cheiro de café logo de manhã quando eu acordo e percebo que faz tempo que não escuto você me pedindo que eu faça. Ou, pior: percebo o quanto tudo ficou mais vazio sem você."

domingo, 8 de março de 2015

Estou apaixonado por você e não quero me negar o simples prazer de compartilhar algo verdadeiro. Estou apaixonado por você, e sei que o amor é apenas um grito no vácuo, e que o esquecimento é inevitável, e que estamos todos condenados ao fim, e que haverá um dia em que tudo o que fizemos voltará ao pó, e sei que o sol vai engolir a única Terra que podemos chamar de nossa, e eu estou apaixonado por você.
A Culpa é das Estrelas

sexta-feira, 6 de março de 2015

"É por isso que eu não conto às pessoas sobre nós. Elas não entenderiam e eu não sinto necessidade de explicar, simplesmente porque o meu coração sabe o quanto foi real. Quando penso em você, não posso evitar um sorriso, sabendo que você me completou de alguma forma."
Querido John

quinta-feira, 5 de março de 2015

"Geralmente é assim que funciona; você conhece uma pessoa, ela te diz coisas que você nunca escutou e te faz sorrir como nenhuma outra pessoa fez, cria planos que você nunca imaginou. Te faz sonhar com o que você nunca viveu, depois a pessoa vai embora, e te faz sentir saudades do que nunca foi seu."
 Sean Wilhelm.
"É sempre a mesma coisa, mas é que, sei lá, as coisas parecem menos complicadas enquanto a gente se beija."

terça-feira, 3 de março de 2015

"Eu sei viver sem você. Sei andar, comer, falar, ver um filme. Sei sorrir e nem é de mentira. Solto gargalhadas e conto piadas e sou rodeado pelos meus amigos o tempo todo. Leio livro, malho, faço amizades. Sou por inteiro sem você. Não existe nenhuma parte faltando, mas eu faço ela faltar. É que eu não preciso de você pra nada, mas quero você pra tudo. Eis o grande problema."

segunda-feira, 2 de março de 2015

domingo, 1 de março de 2015

"Por razões que desconheço, nossas aproximações foram sempre pela metade. Interrompidas. Um passo para a frente e cem para trás. Retrocessos. Descaminhos. E me pergunto se, quem sabe um dia, na hora certa, nosso encontro pode acontecer inteiro."

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

"Eu só queria que você me ligasse pra dizer que o mar é feito de lágrimas de saudades suas."

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

É por isso que eu prefiro te ignorar, cortar o contato contigo sem dizer uma palavra, apenas não te responder mais.
Prefiro isso a te ouvir dando desculpinhas esfarrapadas pela tua ausência, desculpas que na verdade você sequer me deve, mas que pra não ficar chato  tu insiste em dar.
Prefiro a ausência das nossas conversas a te odiar por coisas que eu não tenho o direito de cobrar.
Prefiro esmagar o sentimento, engolir o choro, apagar todas as esperanças e planos (planos esses tão perfeitos e gostosos), arrumar e casa e só então, quando eu puder separar meus sentimentos dos nossos sentimentos, te procurar.
Porque apesar de tudo, eu não acho que tenho motivos para te odiar. Eu prefiro ter a lembrança do que nós quase fomos um dia como uma coisa boa, ao invés de pensar nesses momentos como algo que não deveria ter acontecido e só trouxe dor.

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

"Olha, não sei qual dói mais. Quando acaba, quando sentimos que acabou, ou quando a gente precisa cair na real que acabou e já faz tempo."

domingo, 22 de fevereiro de 2015

"Não tenha medo. Você vai encontrar uma pessoa certa, embora não exista a pessoa certa. Mas você vai encontrar a sua pessoa, e é ela que importa."

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

"Que te dizer? Que te amo, que te esperarei um dia na rodoviária, num aeroporto, que te acredito, que consegues mexer dentro-dentro de mim? É tão pouco. Não te preocupa. O que acontece é sempre natural - se a gente tiver que se encontrar, aqui ou na China, a gente se encontra. Penso em você principalmente como minha possibilidade de paz - a única que pintou até agora, “nesta minha vida de retinas fatigadas”. E te espero. E te curto todos os dias. E te gosto. Muito."

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Isso vale pra vocês que se conheceram há 10 anos e já se apaixonaram. Pra vocês que ficaram há 8 anos. Pra vocês que se reencontraram há 6 anos com o mesmo sentimento. E por fim, pra vocês, que ficaram anos sem se encontrar, mas que bastou uma olhada para saber que a paixão ainda existia e só crescia.
Mas eu também dedico a vocês, que terão outros 6 anos os separando, e apenas a confiança de que "quando duas pessoas estão destinadas a ficar juntas, elas acabam se reencontrando, over and over again".

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Acordo. Abro os olhos, coloco o celular no soneca pela enésima vez. Levanto.
Me troco, escovo os dentes, lavo o rosto e saio de casa.
Os pensamentos tomam conta da minha cabeça no caminho até o ponto do ônibus, e dessa vez não penso em você.
Chego no estágio, me ocupo, vou pra academia e já é hora do almoço.
E eu lembro de você. Só que sem tristeza, sem coração pesado, sem frustração, sem lágrimas. Apenas leveza.
Vou pra aula, volto pro estágio, vou pra casa.
Tu não mandaste uma mensagem sequer, e isso me faz bem. A tua "não procura" me ajuda a te superar cada vez mais, a rir de verdade e a me sentir leve.
Chego em casa, tomo um banho, janto, e me distraio na frente da televisão.
Mais um dia se passou e esse foi dos bons: sem mensagens tua, sem nó na garganta, sem mágoas. Só alegrias.
E talvez tu até tenhas mandado um whats. Eu olhei e ignorei.
Vou dormir em paz essa noite.

Dia seguinte.
Acordo. Abro os olhos, coloco o celular no soneca pela enésima vez. Levanto.
Vejo aquela mensagem que eu ignorei noite passada.
Me troco, escovo os dentes, lavo o rosto e saio de casa.
É, dessa vez os pensamentos tomaram conta da minha cabeça antes que eu estivesse de fato raciocinando.
Já saí de casa pensando em você, e esse não é um bom dia.
Pra hoje temos mágoa, olhos marejados e aquela dor sufocante. Nada tem graça, nada prende minha atenção, e as risadas (posso chamá-las assim?) são automáticas, para evitar perguntas do tipo "o que você tem?".
Sigo a rotina de cada dia (abençoada seja a rotina), olho para o celular incontáveis vezes, não vejo nenhum sinal de vida teu.
Vou pra casa, o ar parece rarefeito. Me encolho sobre as cobertas e espero uma intervenção divina que me puxe desse buraco.
Ela geralmente não vem.
Perco a noção do tempo e apago.

Novo dia.
Acordo. Abro os olhos, coloco o celular no soneca pela enésima vez. Levanto.
Me troco, escovo os dentes, lavo o rosto e saio de casa.
E aí? Hoje é um bom dia ou não?
Pra hoje teremos leveza e sorrisos ou mágoas e frustração?
Essa é a primeira pergunta inconsciente de cada manhã...


Have you ever hated yourself for staring at the phone?
Your whole life waiting on the ring to prove you're not alone.
Have you ever been touched so gently you had to cry?
Have you ever invited a stranger to come inside?
Glitter in the Air - Pink.

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

"A gente precisa ter o coração partido algumas vezes, isso é um bom sinal. Significa que a gente tentou alguma coisa."
Comer, Rezar, Amar.

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

"Eu queria pedir pra ele ficar, mas não o fiz. Lembrei que uma vez me disseram que quando alguém te ama de verdade, esse alguém fica. Fica do seu lado, na sua vida, fica com você. Fica sem que você tenha que pedir, implorar ou choramingar por isso. Quem te ama, acredito eu, não vai embora. Permanece."
  Bianca Nannini.

sábado, 7 de fevereiro de 2015

“Cantou, bebeu, gritou, beijou. Amanheceu e tudo voltou ao normal - solidão é não ter amor.”
 Caio Augusto Leite

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Não te culpo por nada, exceto por bagunçar meu coração quando eu finalmente estava me recuperando. Quando o ar deixava de ser rarefeito, e as risadas voltavam a fazer sentido. Quando eu havia aceitado que era o fim.
Você veio e me bagunçou por nada.

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

E eu juro que às vezes me pergunto se tu dizes a verdade.
Se tu realmente gostas.
Porque eu tenho a vaga impressão de que não é bem assim...

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

"Ninguém me diz como eu vou viver minha vida, ninguém me diz quem eu vou amar, muito menos o universo. Eu não vou deixar que a ideia de destino de outra pessoa impeça que eu ame você, esteja com você, que eu construa um futuro com você. Porque você é minha vida."
Damon Salvatore.

Sei que escrevo e reescrevo, sinto e dessinto, e pareço mudar de ideia a cada semana. E talvez realmente tenha sido assim. 
Tenho tentado over and over again sentir alguma coisa, e isso deveras causou essas mudanças repentinas.
Quem eu tento enganar? Todo mundo sabe que eu não gosto fácil, quiçá me apaixonar! Que pra deixar alguém entrar, oxi, demora.
Acho que mais do que estar apaixonada por você, eu quero tudo aquilo que a gente não vai ter. Quero aquele frio na barriga ao conhecer tua família, teus amigos. Quero aqueles passeios de mãos dadas. Os almoços e jantares. As festas. Os filmes com brigadeiro embaixo das cobertas. O calor do teu corpo contra o meu. As horas deitada ao teu lado sem trocar uma palavra. Os beijos intermináveis. Os abraços. A sensação de "vai ficar tudo bem", mesmo que o rímel esteja todo borrado e eu não consiga conter as lágrimas. Quero ouvir bom dia e boa noite. Dormir falando contigo e amanhecer com o teu rosto perto do meu.
Tantas coisas... 
E mais importante do que tudo isso, a certeza de que eu não estou re-amando sozinha, de que você está comigo, e pode o barco furar, ameaçar afundar, a gente dá um jeito.
Eu estou aqui pra isso, enfrento o que vier. Só é uma pena que você não esteja junto...
...Porque você é minha vida.

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

"Se te faz feliz, agarra. Não solta, não se despede. Se te faz feliz, pede pra ficar, faz juras, troca pés por mãos e palavras por gestos. Se te faz feliz, não complica e não se explica. Felicidade tem pavor de ficar sozinha, de ser esquecida e acabar."
Carpeja
"O cérebro é o órgão de maior destaque. Funciona durante 24 horas, 365 dias, desde seu nascimento… Até que você se apaixona.”

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

"E quando você sorri, o som da sua risada me faz rir, e é nessas horas que eu queria ter um gravador por perto, pra gravar e ouvir tua risada durante o dia todo."

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Dói né? Você quer gritar e não pode. Você querer uma pessoa perto de você e não ter. Você quer chorar, mas segura. Você quer morrer, mas não se mata. Você quer sumir, mas não some.

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

"De todas as coisas que ouvi falarem sobre o amor, nenhuma admitia meia entrega. Ninguém meio que ama, ninguém meio que se entrega. Amar é desfazer-se de si, de fato."

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Sabe aquelas palavras que toda garota anseia ouvir? Aquelas lindas palavras de carinho? Dá até pra fazer uma lista com elas.
Eu te amo.
Eu gosto de você.
Quero ser seu namorado.
Fica comigo.
Não me deixe.
Você é linda.
Quero que você conheça meus pais.
...........
Essas frases deveriam te deixar feliz.
- Eu queria namorar contigo, você é a garota que eu queria como minha namorada.
- O que tu quer dizer com "queria namorar contigo"? Que tipo de sentimento é esse?
- Jura que isso não é o suficiente e eu preciso explicar?
- Juro. Essas palavras dão margem para muitas interpretações.
- Eu gosto de você.
Quatro palavras, treze letras. E elas cortam teu coração de uma forma incrível!
Metade é alegria, felicidade, leveza por saber que não é só você com esses sentimentos loucos e, dadas as circunstâncias, dolorosos.
E a outra metade... Ahhh... Essa dói. Like hell. É aquele pedacinho que aperta, torce, puxa, esmaga, trucida teu coração. Que deixa teus olhos marejados a cada duas horas.
É aquela dor que dói no peito, e não te deixa. Te arrasta para o buraco dentro de ti.
Tu até consegue sair, respirar, mas só pra ser arrastada novamente, e cada vez que isso acontece, tu toma ciência de que o buraco só fica maior e maior...

Lembrar dos teus olhos sérios enquanto tua boca falava "eu gosto de você" me traz de volta à superfície, me deixa respirar. Até tocar aquela música, sentir aquele perfume, lembrar daquele dia. E da tua mão na minha, como se tivesse sido sempre assim, tudo tão certo.
E se é tão certo, então por que acabou?

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

"Queria ter te conhecido antes, muito antes, para que nenhum de nós dois tivesse medos ou cicatrizes. Queria ter estado com você quando seu coração descobriu o que era amor, quando seu corpo descobriu o que era desejo, e antes que pudesse sofrer eu estaria do seu lado te amando e me entregando, e juntos poder ter aprendido as lições da vida e do coração. Queria ter te conhecido quando suas esperanças começaram a nascer, quando seus sonhos ainda eram puros e seus ideais ainda ingênuos. Pena termos nos encontrado só agora, já com uma imagem meio falsa do que é felicidade, do que é se entregar. Queria ter te encontrado numa nova vida, num outro tempo, em que não precisássemos temer o nosso futuro, nem nossos sentimentos."
Autor desconhecido.

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

 "Eu abandono tudo, história, passado, cicatrizes. Mudo o visual, deixo o cabelo crescer, começo a comer direito, vou todo dia pra academia. Mas você tem que prometer que vai remar também, com vontade! Eu começo a ler sobre política, futebol, ficção científica. Aprendo a pescar, se precisar. Mas você tem que remar também. Eu desisto fácil, você sabe. E talvez essa viagem não dure mais do que alguns minutos, mas eu entro nesse barco, é só me pedir. Perco todo o medo de dirigir só pra atravessar o mundo pra te ver todo dia. Mas você tem que me prometer que vai remar junto comigo. Mesmo se esse barco estiver furado eu vou, basta me pedir. Mas a gente tem que afundar junto e descobrir que é possível nadar junto. Eu te ensino a nadar, juro! Mas você tem que me prometer que vai tentar, que vai se esforçar, que vai remar enquanto for preciso, enquanto tiver forças. Você tem que me prometer que essa viagem não vai ser a toa, que vale a pena. Que por você vale a pena. Que por nós vale a pena. Remar. Re-amar. Amar."

domingo, 11 de janeiro de 2015

"Você é gentil e doce. E cada gesto seu me surpreende. Sei lá, acho que ninguém nunca fez nada de bom por mim a vida toda, nada parecido com o que você conseguiu em dois dias. Meio abrupto, reconheço. Você me faz viver fora da minha linha e é isso que eu gosto em você."

sábado, 10 de janeiro de 2015

Eu não sei pedir. Meu Deus, eu não sei pedir ajuda. Nunca gostei de depender dos outros. E tem mais: não consigo dizer eu-preciso-de-você. Sei que é simples, mas não sai. Algo me trava, a voz não sai. Tenho um orgulho que não me deixa. Acho que tenho que ser a fortona do pedaço, que consigo me reconstruir, me levantar sem dar a mão para ninguém. Não gosto de admitir nem assumir fraquezas nem de demonstrar a minha própria fragilidade. As pessoas fazem SOS a todo instante. Choram, pedem, imploram, suplicam. Não consigo. Para mim isso é traição. Não consigo chegar para a outra pessoa e falar tô-acabada-tô-precisando-não-vou-conseguir-sozinha. Sinto um terror só de pensar.
Clarissa Corrêa.

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

All I want is nothing more to hear you knocking at my door
Cause if I could see your face once more, I could die as a happy woman I'm sure.
When you said your last goodbye, I died a little bit inside
I lay in tears in bed all night, alone without you by my side.

But if you loved me, why did you leave me?

Take my body, take my body
All I want is, all I need is
To find somebody
I'll find somebody
Like you.

Cause you brought out the best of me, a part of me I'd never seen
You took my soul wiped it clean
Our love was made for movie screens

But if you loved me, why did you leave me?
Take my body, take my body
All I want is, all I need is
To find somebody
To find somebody
Like you.
All I want - Kodaline

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

“Nunca sequer gostei de refrigerante na vida, mas semana passada fui ao médico e ele proibiu terminantemente de beber. Saindo do consultório, me veio a vontade louca de tomar um gole e sentir aquele líquido gaseificado e aromatizado artificialmente passando pela minha garganta. No outro dia, nada mais já me importava na vida a não ser esse bendito fruto proibido. Eu só tinha olhos para o refrigerante. Só pensava no refrigerante. Acordava e ia dormir querendo refrigerante. Não por gostar, mas por saber que eu não posso. É mais ou menos assim com você.”
How unfair it's just our luck!
Found something real that's out of touch
But if you'd search the whole wide world, would you dare to let it go?
Not About Angels - Birdy

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Deitei na cama e chorei tudo aquilo que não disse.
Pudera eu ser boa com palavras ditas assim como com as escritas. Pudera eu tirar o nó da garganta e te falar tudo que aqui está entalado. E te xingar. E dizer que eu te acho o cara mais egoísta da face da Terra. Que pra ti é fácil me olhar e dizer como vai ser, pois você teve muito tempo pra pensar a respeito e se acostumar. E de repente eu devo aceitar e ficar bem com a sua decisão.
E não pensar que existem outros motivos que podem ter te levado a essa decisão.
Apenas aceitar o que tu dizes.
Fácil assim.

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Sobre 2015 e todas as expectativas frustradas de 2014.
Você adora brigar com ela e ela adora implicar com você. Isso tem nome.
Martha Medeiros.

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

sexta-feira, 2 de janeiro de 2015